Terça-feira, 14 de Junho de 2011

 

Caçar belas e inesperadas imagens de paisagens e floras com uma câmara fotográfica tem muitos dos atractivos e emoções associados à caça convencional, sem os seus tiros e riscos. Também o alvo natureza e as áreas de caça fotográfica são infinitos...

 

 

Actualmente a caça está associada a desporto controverso e de alto risco.
As correntes filosóficas ecologias actuais manifestam que a caça de animais bravios é considerado um acto de natureza selvagem  e não se coaduna aos tempos de hoje.

Os defensores da caça alegam que esta é tão antiga quanto o próprio Homem.
É uma realidade, mas também não há dúvida que a evolução do ser humano se tem feito à custa de mudanças dos comportamentos e rituais antiquados e primitivos.

Hoje em vêem-se cada vez mais caçadores, afirmando-se por vezes que há mais caçadores que coelhos. Também as agressões ao meio ambiente com químicos, abate de árvores, sobreaquecimento e incêndios, cada vez mais violentos e devastadores, destroem o habitat selvagens. Certo é que a caça, como actividade desportiva, a não contribuir também ela para este enorme desequilíbrio terá necessariamente que assentar em modelos de

controle e administração devidamente estudados. Neste contexto a caça é actualmente uma actividade muito onerosa, e irá estar apenas ao alcance dalguns.

É verdade que o interesse de muitos caçadores são o saborear das delícias dos animais selvagens do monte.
Hoje não é a realidade dos séculos passados na necessidade do homem em alcançar alimentos por esse meio, a percorrer montes e montes.

Não é hoje por conseguinte essa necessidade. Hoje, uma grande motivação ao passeio no monte é o convívio com amigos caçadores, factor que determina muitos a sair de casa com uma arma pronta para abater os animais selvagens.

Todavia também é possível com uma outra forma de motivação, encontrar uma outra maneira de caçar, mas direccionada não só aos animais selvagens, como também à imensidão de paisagens e naturezas, ou seja a FOTOGRAFIA, cuja colisão com a natureza é nula.

Um paradoxa comparação, mas com muitas semelhanças.


 

Na caça à foto de aves ou animais, calcorreia-se o terreno muito devagarinho, em silêncio e com paciência, à procura sempre dum disparo em atingir o ser vivo, para então o revelar no computador ou numa película.

Na caça às paisagens e naturezas, percorrem-se quilómetro e quilómetros, em qualquer altura do ano para obter sempre a imagem mais original ou simbólica do passeio.
O equipamento das armas de fogo, acessórios, licenças e cartas do caçador, são muito caros, e por vezes perigosos.

Na fotografia gasta-se o investimento na máquina fotográfica digital, e não vai ser necessária a manutenção em balas ou cartuchos.

É sabido que muitos fotógrafos de animais e naturezas foram por muito tempo caçadores de arma.

Não é de admirar a facilidade em abater os inocentes animais selvagens: o cartucho expulsando centenas de chumbos em várias direcções, facilmente acerta ou até mesmo chumba todo o animalzinho.

 

 

A fotografia, é um instrumento de maior precisão para acertar na presa: pois descobrir o ser vivo, focar, não tremer e atingi-lo na totalidade com a paisagem envolvente é bem mais custoso, mas sedutor, motivante e agradável.

Fotografar a mesma paisagens em diferentes momentos do dia, o mesmo cenário em períodos diferentes do ano, exige correr, calcorrear montes, planícies e ribeiros, satisfazendo em simultâneo a mente e físico, com as dezenas de quilómetros percorridos.

Certo é que a fotografia da natureza e vidas selvagens, nos desperta à preciosidade da natureza, aos valores que preserva e à sensibilização dos riscos a que está atreita.
Mesmo à volta de nossa casa (quando vivemos na Província), pelas serranias ou planícies, há uma infinidade de cenários e momentos vivos onde é sempre possível estabelecer uma simbiose com o fotógrafo, de forma que a fotografia, ou melhor, o fruto da caça seja digno de desenvolver criatividade e sedução pela natureza e animais selvagens, e simultaneamente investimento à saúde do caçador .



publicado por valores-do-douro-sul às 21:52 | link do post | comentar

António José Leitão Canotilho

Cria o teu cartão de visita
artigos recentes

Novo blog VALORES LUSIT...

O Grupo de Cantares de Ba...

Os bombos e Gigantones na...

Primavera no Vale da Ferr...

O Douro e a Orquestra lig...

O Douro e a Orquestra lig...

O comboio histórico do Do...

A orquestra de Medrões e ...

Venham visitar o nosso Do...

Um passeio de eléctrico n...

Ourém, a Via Sacra - 2ª p...

Ourém, a Via Sacra - 1ª p...

Um passeio pela Régua, Co...

O grupo de cantares de Fo...

O Inverno na Barragem de ...

A Queima do Diabo em Brag...

O Carnaval dos caretos em...

As rusgas nas Feiras Nova...

Feiras Novas em Ponte de ...

A Vila mais antiga de Por...

Cavalhadas de Vildemoinho...

Festa religiosa de S. Joã...

Grupo de cantares de Farm...

Grupo Folclórico, Associa...

Passeio em Dezembro entre...

A estações ribeirinhas do...

O Douro em Arnozelo (V. N...

Banda Filarmónica de Nago...

Natal 2012, a banda filar...

As estações de Numão e Ve...

O Outono no Douro

Grupo de cantares de Barc...

O Outono no Pinhão

O Médico de família, médi...

A romaria da Senhora da A...

A romaria da Senhora da A...

A ribeira do Douro, no Po...

Covelinhas 2012

Regresso ao Século XX na ...

Caramulo, Tondela, a Fest...

a Linha do Vouga

Naia Tondela, o rancho fo...

Parque da cidade de Tonde...

Grande metragem - a ciclo...

Grande metragem - a ciclo...

Grande metragem - a ciclo...

Grande metragem - a ciclo...

Grande metragem - a ciclo...

Grande metragem - a ciclo...

Grande metragem - a ciclo...

tags

11 de setembro(1)

a crise de valores(1)

a estação de caminhos de ferro do vesúvi(1)

a luta(1)

a sé e a srª dos remédios(1)

a vida(1)

accordeonista(1)

alexandre fandino(1)

alma feminina(1)

almas do douro(1)

amigos(1)

amizade(1)

andar a pé(1)

antónio canotilho(23)

arcozelo da torre(2)

armamar(1)

arnas(1)

associação cultural rio távora(1)

associação de acordeonistas do távora e (1)

banda filarmónica de nagoselo do douro(2)

banda filarmónica de pinhel(1)

barco douro(1)

barco moliceiro(1)

barcos(6)

barcos tabuaço(3)

barragem de bagaúste(1)

barragem do vilar(1)

barragens do douro(1)

bombos barcos(1)

caça fotográfica(1)

caminhar(1)

cantigas populares(2)

caretos de bragança(1)

carnaval de bragança(2)

carnaval de lazarim(2)

carrazeda de anciães(1)

castelo(1)

castelo de ourém(1)

cavalhadas de vildemoinhos(1)

ciclovia do dão(7)

cidadania; civismo(1)

coimbra e o mondego(1)

coisas simples da vida(1)

comboio a vapor(3)

comboio a vapor do douro(4)

comboio do douro(1)

comboio histórico do douro(1)

comboio régua a lamego(1)

comboio vapor(1)

coração do porto(1)

covelinhas(1)

covelinhas e pinhão(1)

crueldade(1)

cultura no douro sul; turismo no douro s(1)

custoias(1)

desporto através da fotografia(1)

dignidade(1)

douro(3)

douro no inverno; um passeio de valença (1)

douro vinhateiro(2)

eléctrico do porto(1)

encontro de família(1)

ermida(1)

escola eb(1)

escola eb são joão da pesqueira(1)

estações ribeirinhas do douro entre most(1)

estrelas de pinhel(1)

fado popular(1)

faia(1)

farminhão(2)

feira aquilineana da lapa(2)

feiras novas(2)

ferradosa(2)

festa vinhateira de barcos(2)

festas(3)

folclore(4)

granjal(2)

grupo coral de barcos(4)

grupo de cantares de constantim(2)

grupo de cantares de fornelos(2)

grupo de cantares de vila real(2)

hino(3)

lamego(2)

linha do douro(2)

moimenta da beira(5)

nossa senhora da agonia(2)

nossa senhora do sabroso(2)

orquestra ligeira câmara tarouca(2)

penedono(2)

pinhão(3)

ponte de lima(3)

procissão do mar(2)

rede(2)

ribeira do porto(2)

riodades(3)

são joão da pesqueira(6)

sernancelhe(7)

tabuaço(4)

via sacra de ourém(2)

vila da ponte(2)

todas as tags

arquivos
participar

participe neste blog

Janeiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
links
blogs SAPO
comentários recentes
Ola eu sou a isabelle gonçalo e sou da bals...
Muitos Parabéns Dr. António Canotilho!!!De facto o...
Parabéns, Dr. Canotilho e mais uma vez obrigado pe...
Em nome do Grupo de Cantares de Fornelos, quero de...
Obrigado, muitos cumprimentos
Obrigado Dr Canotilho, será colocado no próximo do...
Boa tarde Sr Gabriel Obrigado pelas suas palavras,...
OláUm texto fantástico generoso pela partilha de c...
Parabéns pela página!Está estrondosamente linda e ...
Sondes tonos
E muito bonito
Olá Uma excelente e oportuna reflexão... um texto ...
O granjal e terra mais bonita nas tradisoes
Son una buena banda a mi parecer los escuche una v...
Sem palavras!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Maravilhoso todo...
Obrigado.Vou avaliar e apreciar o seu blogCumprime...
Muito interessante este seu blog.:)
olá Sr. Doutor... como sempre está de parabéns!!!!...
O TEATRAÇO - Teatro Amador de Tabuaço - agradece a...
Um registo que apazigua as saudades de alguns do l...