Sábado, 17 de Dezembro de 2011

Circulando de Valença do Douro até ao Pinhão, terminando na Régua,  por Dezembro a paisagem Invernil  é um verdadeiro paraíso terreal de tonalidades, por entre laranjais, olivais, amendoais e os vinhedos já despidos das graciosas folhas.

Os pequenos aldeamentos  salpicam por entre as várias montanhas que se seguem ao longo do percurso. Várias Quintas centenárias abeiradas para o rio testemunham  a nobreza que por ali coabitou nos últimos séculos.

Este corredor do Pinhão a Régua, correspondente à denominada via romântica, zona geográfica de inspiração a poetas e escritores; há constante evocação às generosa verdes paisagens Primaveris ou ao Outono com infindáveis cores e odores.

 

 

São paisagens ímpares em permanente variação ao longo das estações do ano, desde simples colorações singelas  a tonalidades fortes.
Cenários a perder de vista como a que se atinge do miradouro de Valença do Douro, e ali, em visualização no filme, uma genuina varanda apontada à Vila do Pinhão.

É neste passeio,  a rota mais atractiva para admirar o magnífico vale do Douro, rendilhado por socalcos das vinhas, tendo com plano de fundo o tortuoso Douro, a freguesia do Pinhão e a quinta dos Carvalhos.

Pinhão, foi um dos principais centros portuários ao antigo transporte do vinho do Douro através dos barcos rabelos, em direcção a Gaia.
A estação de caminhos de ferro do Pinhão exibe uma valiosíssima e agradável colecção de azulejos alusivos aos trabalhos da vinha e das vindimas.

Régua, também importante cidade ligada ao vinho do Douro, foi privilegiada por Marquês do Pombal  ao elegê-la como importante entreposto de comércio.


E foi após a criação da região demarcada do Douro por Marquês do Pombal, que  entre o Pinhão, Régua e Vila Nova de Gaia passou a circular o tráfego, fluvial e posteriormente  férreo, de pipas de vinho do Douro em direcção a Gaia.
Porém hoje o movimento é outro: multidões de turistas passando pela Régua de comboio ou barco a vapor. Visitam quintas, admiram as paisagens, e deliciam-se com o famoso vinho do Porto.

 

Longe do ambiente das poluições e cidades, esta via romântica do Pinhão à Régua oferece sossego e tranquilidade, recônditos para repousar, e miradouros de impar beleza, a proporcionar momentos de paz e reflecção.

O povo é hospitaleiro e recebe bem o visitante.

O nosso Douro Sul tem uma imensa história com arte, arquitectura e grandioso património religioso.
As festas religiosas e populares  oferecem a verdadeira dimensão crente humana das populações locais.

O nosso Douro Sul e um dos locais mais emblemáticos para quem gosta do romantismo, do desporto ou da aventura ao ar livre, e dispõe de muita natureza para explorar e apreciar e viver.

 

 

 



publicado por valores-do-douro-sul às 20:59 | link do post | comentar

1 comentário:
De Isabelle martins farias gonçalo a 1 de Julho de 2014 às 22:37
Ola eu sou a isabelle gonçalo e sou da balsa do douro e conheço bem valença,desejosa,pinhão e régua e tenho a dizer que anbas as terras sao lindas


Comentar post

António José Leitão Canotilho

Cria o teu cartão de visita
artigos recentes

A festa do 15 de Agosto d...

O Douro e o comboio - da ...

Foz do Távora à Quinta da...

De Soutelo do Douro para ...

Covelinhas e Pinhão - o c...

1985 - Primeira Comunhão ...

A Primeira Comunhão e Com...

A primeira Missa do Sacer...

Rancho Folclórico de Arna...

A feira Aquiliniana da La...

Barqueiros, o Douro e o C...

Voltando às lagaradas de ...

Da estação da Alegria no ...

As Lagaradas de Celeirós ...

Linha férrea do Douro: da...

Favaios, festa vinhateira...

O Grupo de concertinas de...

O Vesúvio no Douro

Linha do Douro entre Arno...

Homens de Portugal

Os Bailes

A Roga de Provesende

A festa vinhateira de Bar...

Grupo Musical Duriense "A...

Grupo de tocadores de con...

O Grupo de Cantares de Ba...

Esta noite é de Janeiras ...

Cantadores de Janeiras de...

Cantadores de Janeiras de...

Cantadores de Janeiras de...

Cantadores de Janeiras de...

Cantadores de Janeiras de...

Jazz - tributo a Benny Go...

Marcha do concelho de Tab...

O Hino da Banda de Sendim...

Banda Filarmónica de Lal...

Tuna de Tabuaço - interpr...

Património Imaterial do D...

Um casal bem disposto - a...

Coro da Santa Casa da Mis...

O Grupo de Cantares de Ba...

Os bombos e Gigantones na...

Primavera no Vale da Ferr...

O Douro e a Orquestra lig...

O Douro e a Orquestra lig...

O comboio histórico do Do...

A orquestra de Medrões e ...

Venham visitar o nosso Do...

Um passeio de eléctrico n...

Ourém, a Via Sacra - 2ª p...

tags

"grupo de cantares de s. miguel"

11 de setembro

1985 - comunhão em vila da ponte

a crise de valores

a estação de caminhos de ferro do vesúvi

a luta

a sé e a srª dos remédios

a vida

accordeonista

alexandre fandino

alma feminina

almas do douro

alto da escrita

amigos

amizade

andar a pé

antónio cabral do douro

antónio canotilho

arcozelo da torre

armamar

arnas

associação cultural rio távora

associação de acordeonistas do távora e

banda filarmónica de lalim

banda filarmónica de nagoselo do douro

banda filarmónica de pinhel

barco douro

barco moliceiro

barcos

barcos tabuaço

barqueiros e o douro

barragem de bagaúste

barragem do vilar

barragens do douro

bombos barcos

caça fotográfica

caminhar

cantadores de janeiras

cantadores de janeiras de s. marta de pe

cantigas populares

caretos de bragança

carnaval de bragança

carnaval de lazarim

carrazeda de anciães

castelo

castelo de ourém

cavalhadas de vildemoinhos

ciclovia do dão

cidadania; civismo

coimbra e o mondego

coisas simples da vida

comboio a vapor

comboio a vapor do douro

comboio da rede à quinta das carvalhas

comboio do douro

comboio do douro foz do távora

comboio do douro quinta da romaneira

comboio histórico do douro

comboio régua a lamego

comboio vapor

comunhão solene vila da ponte 2008

concertinas de riodades

concerto de amor

contadores de histórias do douro

douro

douro vinhateiro

farminhão

feira aquilineana da lapa

feiras novas

ferradosa

festa do 15 de agosto

festa vinhateira de barcos

festas

folclore

granjal

grupo coral de barcos

grupo de cantares de constantim

grupo de cantares de fornelos

grupo de cantares de vila real

hino

lamego

linha do douro

moimenta da beira

nossa senhora da agonia

nossa senhora do sabroso

orquestra ligeira câmara tarouca

penedono

pinhão

ponte de lima

procissão do mar

rede

ribeira do porto

riodades

santa marta de penaguião

são joão da pesqueira

sernancelhe

tabuaço

tuna de tabuaço

via sacra de ourém

vila da ponte

todas as tags

arquivos
participar

participe neste blog

Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
17
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


mais sobre mim
links
blogs SAPO
comentários recentes
Ola eu sou a isabelle gonçalo e sou da bals...
Muitos Parabéns Dr. António Canotilho!!!De facto o...
Parabéns, Dr. Canotilho e mais uma vez obrigado pe...
Em nome do Grupo de Cantares de Fornelos, quero de...
Obrigado, muitos cumprimentos
Obrigado Dr Canotilho, será colocado no próximo do...
Boa tarde Sr Gabriel Obrigado pelas suas palavras,...
OláUm texto fantástico generoso pela partilha de c...
Parabéns pela página!Está estrondosamente linda e ...
Sondes tonos
E muito bonito
Olá Uma excelente e oportuna reflexão... um texto ...
O granjal e terra mais bonita nas tradisoes
Son una buena banda a mi parecer los escuche una v...
Sem palavras!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Maravilhoso todo...
Obrigado.Vou avaliar e apreciar o seu blogCumprime...
Muito interessante este seu blog.:)
olá Sr. Doutor... como sempre está de parabéns!!!!...
O TEATRAÇO - Teatro Amador de Tabuaço - agradece a...
Um registo que apazigua as saudades de alguns do l...