Sábado, 19 de Agosto de 2017

FonteArcada-3.jpg

Neste filme apresento a profunda identidade de Valores Humanos da Aldeia de Fonte Arcada de Sernancelhe.

São características comuns, de pessoas de Fonte Arcada nascidas em inícios do Século passado, com a cultura endógena da aldeia, em que todos são semelhantes a si e por modos de ser e caracteristicas próprias.

E esta construção da identidade na sociedade de Fonte Arcada ao longo de centenas de anos, foi resultado da interação do Fonte Arcadense com o seu meio patrimonial e social, localizando-o socialmente.

Os valores materiais e imateriais da aldeia criaram durante muitos anos uma verdadeira simbiose entre património e identidade, em que a população se identifica ainda com os objectos que a compõem.

Há ainda um orgulho nestas gentes nos seus valores patrimonializados, visível no seu sentimento colectivo de pertença.

E é esta a filosofia dos que restam de Fonte Arcada, em que tudo merece ser conservado, quer sejam componentes materiais ou imateriais de identidade desta sociedade.

FonteArcada-2.jpg

O património edificado é um elemento de referência de Fonte Arcada que interferiu severamente na construção da sua identidade.
A partir dele, conseguimos ainda poder ler a evolução da história, o passado e o presente.

É assaz importante que a identidade cultural ainda presente na aldeia, e que bem se pode verificar no filme que apresento deverá ser um dos principais motores do futuro da história da localidade.

 

Ainda se observa neste filme a identidade cultural de Fonte Arcada, a sua memória, a sua consciência coletiva.

Ainda consegui captar alguns dos seus costumes, da sua produção literária e artística, da sua música, dalguns dos seus monumentos presentes na Praça, das suas tradições orais.

A identidade cultural, como sentimento comum aos membros da coletividade de Fonte Arcada, reconhece-se nesta cultura, colhida nesta pequena meia hora de filme.

FonteArcada-1.jpg
________________________________________________________________________________

 

Um Poema de Fátima Carneiro, em 2017, alusivo a Fonte Arcada:


FONTE  ARCADA

De lá do cimo do povo

meu olhar voa sobre a aldeia.

Paira sobre o antigo e o novo,

o rio e o verde que a rodeia.

 

Também vejo ali ao pé

nas gentes, esta atitude,

de rezar com muita fé

à Senhora da Saúde.  

 

É tão bela esta paisagem

tão fresca e  tão colorida

mais me parece miragem,

uma cascata com vida.

 

O nome de Fonte Arcada

vem da fonte medieval,

de uma época já passada

e, do seu arco ogival.

 

Pela Antiguidade marcada,

tem  Tradição, tem História.

O passado em Fonte Arcada

está presente na Memória.

 

Já foi vila a povoação

com grande prosperidade.

Os seus solares com brasão

mostram bem esta verdade.

 

Jóia de todos os tempos

a Igreja tem ao  lado,

outros belos monumentos

que ilustram o passado.

 

Casa da Loba ou do Paço

foi sede Municipal.

Cada pedra cada traço

mostram outro tempo real.

 

Percorrendo o povoado

todos podem admirar

o pelourinho oitavado,

que cativa o nosso olhar

.

Fonte Arcada tem riqueza

nas suas terras e gente.

Tem orgulho na  beleza

do passado e do presente.

 

Nesta linda povoação,  

verdadeira aldeia histórica,

também fala ao coração

sua doçura bucólica.

 

Fátima Carneiro

Março 2017

 

 



publicado por valores-do-douro-sul às 07:54 | link do post | comentar

António José Leitão Canotilho

Cria o teu cartão de visita
artigos recentes

A locomotiva a vapor A 18...

A ponte do comboio e os t...

2008 - Feira Aquilineana ...

Medalha de Ouro da Cidade...

Grupo de Cantares de Barc...

Nª Senhora do Sabroso - A...

Pinhão, Domingo 27-08-17,...

Faia

Identidade cultural de Vi...

Granja do Tedo, aldeia de...

Macieira, aldeia de Serna...

Cultura é Património - Gr...

Os nossos Velhinhos de Se...

A Régua, o Comboio em Cov...

A Estação do Tua e o Dour...

A identidade Cultural de ...

A festa do 15 de Agosto d...

O Douro e o comboio - da ...

Foz do Távora à Quinta da...

De Soutelo do Douro para ...

Covelinhas e Pinhão - o c...

1985 - Primeira Comunhão ...

A Primeira Comunhão e Com...

A primeira Missa do Sacer...

Rancho Folclórico de Arna...

A feira Aquiliniana da La...

Barqueiros, o Douro e o C...

Voltando às lagaradas de ...

Da estação da Alegria no ...

As Lagaradas de Celeirós ...

Linha férrea do Douro: da...

Favaios, festa vinhateira...

O Grupo de concertinas de...

O Vesúvio no Douro

Linha do Douro entre Arno...

Homens de Portugal

Os Bailes

A Roga de Provesende

A festa vinhateira de Bar...

Grupo Musical Duriense "A...

Grupo de tocadores de con...

O Grupo de Cantares de Ba...

Esta noite é de Janeiras ...

Cantadores de Janeiras de...

Cantadores de Janeiras de...

Cantadores de Janeiras de...

Cantadores de Janeiras de...

Cantadores de Janeiras de...

Jazz - tributo a Benny Go...

Marcha do concelho de Tab...

tags

"grupo de cantares de s. miguel"

11 de setembro

1985 - comunhão em vila da ponte

a crise de valores

a estação de caminhos de ferro do vesúvi

a luta

a sé e a srª dos remédios

a vida

alexandre fandino

alma feminina

almas do douro

alto da escrita

amigos

amizade

andar a pé

antónio cabral do douro

antónio canotilho

arcozelo da torre

armamar

arnas

associação cultural rio távora

associação de acordeonistas do távora e

banda filarmónica de lalim

banda filarmónica de nagoselo do douro

banda filarmónica de pinhel

barco douro

barco moliceiro

barcos

barcos tabuaço

barqueiros e o douro

barragem de bagaúste

barragem do vilar

barragens do douro

bombos barcos

caça fotográfica

caminhar

cantadores de janeiras

cantadores de janeiras de s. marta de pe

caretos de bragança

carnaval de bragança

carnaval de lazarim

carrazeda de anciães

castelo

castelo de ourém

cavalhadas de vildemoinhos

ciclovia do dão

cidadania; civismo

coimbra e o mondego

coisas simples da vida

comboio a vapor

comboio a vapor do douro

comboio a vapor pinhão

comboio da rede à quinta das carvalhas

comboio do douro

comboio do douro foz do távora

comboio do douro quinta da romaneira

comboio histórico do douro

comboio miradouro no pinhão

comboio no ferrão; vapor no ferrão; vapo

comboio régua a lamego

comboio vapor

comunhão solene vila da ponte 2008

concertinas de riodades

concerto de amor

contadores de histórias do douro

coração do porto

coro santa casa misericórdia matosinhos

corrida de cavalos

covelinhas

covelinhas e pinhão

douro

douro vinhateiro

farminhão

feiras novas

ferradosa

festa do 15 de agosto

festa vinhateira de barcos

folclore

grupo coral de barcos

grupo de cantares de constantim

grupo de cantares de fornelos

grupo de cantares de vila real

lamego

linha do douro

moimenta da beira

nossa senhora da agonia

orquestra ligeira câmara tarouca

penedono

pinhão

ponte de lima

procissão do mar

rede

ribeira do porto

riodades

santa marta de penaguião

são joão da pesqueira

sernancelhe

tabuaço

tuna de tabuaço

via sacra de ourém

todas as tags

arquivos
participar

participe neste blog

Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


mais sobre mim
links
blogs SAPO
comentários recentes
Locomotiva errada... a que está a circular é a 018...
Eu gosto da sua contribuição, saudações
Ola eu sou a isabelle gonçalo e sou da bals...
Muitos Parabéns Dr. António Canotilho!!!De facto o...
Parabéns, Dr. Canotilho e mais uma vez obrigado pe...
Em nome do Grupo de Cantares de Fornelos, quero de...
Obrigado, muitos cumprimentos
Obrigado Dr Canotilho, será colocado no próximo do...
Boa tarde Sr Gabriel Obrigado pelas suas palavras,...
OláUm texto fantástico generoso pela partilha de c...
Parabéns pela página!Está estrondosamente linda e ...
Sondes tonos
E muito bonito
Olá Uma excelente e oportuna reflexão... um texto ...
O granjal e terra mais bonita nas tradisoes
Son una buena banda a mi parecer los escuche una v...
Sem palavras!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Maravilhoso todo...
Obrigado.Vou avaliar e apreciar o seu blogCumprime...
Muito interessante este seu blog.:)
olá Sr. Doutor... como sempre está de parabéns!!!!...