Quinta-feira, 26.10.17

grupo aguiar.jpg

Nesta sociedade atual, marcada pela sua grande fragilidade, pelo individualismo e integração no consumismo, as festividades populares provam também que são espaços sociais privilegiados na construção de identidades coletivas. A identidades, é um valor fundamental para a constituição duma sociedade ativa e, como é óbvio, capacidade para projetar valores sociais. Assim as festas populares são pontos de convívio salutares para a consolidação doutros valores, doutra cultura.

 

Cultura Popular e Modernidade é um tema atual das  sociedades contemporâneas, da transformação duma cultura direccionada para o consumo com influência na formação das personalidades dos mais novos, e na edificação de novas formas de vida em que o ser humano fica consequentemente desintegrado e  como que fragmentado. É o afastamento dos valores que o ligam a seus conterrâneos no espaço e no tempo e ao transferir a satisfação do seu bem estar para o mundo materialista,  tornam mais difícil a possibilidades de se constituir como homem de sua própria existência.

A modernidade, a invadir as nossas sociedades, traz a auto-afirmação do indivíduo livre e, inclui uma convulsiva movimentação de objetos e símbolos criando condições à degradação e comercialização dos eventos culturais, e à infiltração de padrões culturais e comerciais doutras "culturas" no interior das nossas "culturas".

Esta nova forma de vida que o mundo moderno transmite, e consequentemente com os transtornos nas vidas das pessoas e sua sociabilidade, levanta uma série de interrogações, que acabam por não ter resposta. Passamos então para o mundo mundo da velocidade, das transformações constantes, do fluxo constante de informaçãe e contra-informação, as deslocações, para esta nova forma de viver transimitda pelos média a proliferar aos valores tradicionais com tendência dominante, à qual a sociedade é fatalmente integrada, sem capacidade então de ir encontro à sua estabilidade e memória.

É, então, permissível que prosperem, diversas acções para recuperar, mesmo em teoria, os verdadeiros pilares da sociedade.
No mundo atual, o grande modernismo passou a ser o mercado, desintegrando o social, rubotizando o homem, transformando as suas convivências em amizades mercantis.

Porém de alguma forma já muitas pessoas procuram sobreviver e dignificar sua condição de ser humano em busca de uma qualidade de vida recompensatória.

Então muitas correntes de hoje já colocam na mesa o diálogo e a discussão da continuidade da valorização às festas religiosas tradicionais e  às expressões culturais. 

Na apresentação que faço neste desfile etnográfico de Aguiar da Beira em 2009, já se verifica a pululação de numerosas manifestações culturais tradicionais que é bom que prosperem e se mantenham ativas, e são modernizações vivas da memória coletiva da comunidade, com a vantagem de serem localizadas em Vilas do interior.
Este desfile mostrou uma grande criatividade, capacidade de integrar grupos e de conservar a memória coletiva.

Observamos um grupo, já muito bem formado "Raízes da TERRRA" de Aguiar da Beira, produtor da cultura tradicional já com muito nível, claro, sobrevivendo graças à memória individual e coletiva, pois discutir culturas populares corresponde a uma expressão atualizada da memória do grupo, e oportunidade para se reafirmarem os valores quase sempre subestimados pela sociedade que se afirma de mais moderna e citadina.
Estas expressões culturais populares expontânes das várias freguesias de Aguiar da Beira são a apresentação do seu capital cultural único que possuem, procurando mostrar os valor e tradição de suas aldeias, e serem reconhecidos pela comunidade da Vila.



publicado por valores-do-douro-sul às 13:12 | link do post | comentar

António José Leitão Canotilho

Cria o teu cartão de visita
artigos recentes

Aguiar da Beira - desfile...

tags

"grupo de cantares de s. miguel"

11 de setembro

1985 - comunhão em vila da ponte

a crise de valores

a estação de caminhos de ferro do vesúvi

a luta

a sé e a srª dos remédios

a vida

aguiar da beira desfile etnográfico

aguiar da beira feira atividades economi

alexandre fandino

alma feminina

almas do douro

alto da escrita

amigos

amizade

andar a pé

antónio cabral do douro

antónio canotilho

arcozelo da torre

armamar

arnas

as nossas crianças

associação de acordeonistas do távora e

atuação banda riodades 2008

banda de riodades

banda filarmónica de lalim

banda filarmónica de nagoselo do douro

banda filarmónica de pinhel

barco douro

barco moliceiro

barcos

barcos tabuaço

barqueiros e o douro

barragem de bagaúste

barragem do vilar

barragens do douro

bombos barcos

caça fotográfica

caminhar

cantadores de janeiras

cantadores de janeiras de s. marta de pe

caretos de bragança

carnaval de bragança

carnaval de lazarim

carrazeda de anciães

castelo

castelo de ourém

cavalhadas de vildemoinhos

ciclovia do dão

cidadania; civismo

coimbra e o mondego

coisas simples da vida

comboio a vapor

comboio a vapor do douro

comboio a vapor pinhão

comboio da rede à quinta das carvalhas

comboio do douro

comboio do douro foz do távora

comboio do douro quinta da romaneira

comboio histórico do douro

comboio miradouro no pinhão

comboio no ferrão; vapor no ferrão; vapo

comboio presidencial

comboio régua a lamego

comboio vapor

comunhão solene vila da ponte 2008

concertinas de riodades

concerto de amor

contadores de histórias do douro

douro

douro vinhateiro

farminhão

feiras novas

ferradosa

festa do 15 de agosto

festa vinhateira de barcos

folclore

grupo coral de barcos

grupo de cantares de constantim

grupo de cantares de fornelos

grupo de cantares de vila real

lamego

linha do douro

moimenta da beira

nossa senhora da agonia

orquestra ligeira câmara tarouca

penedono

pinhão

ponte de lima

procissão do mar

rancho folclórico do vilar

rede

ribeira do porto

santa marta de penaguião

são joão da pesqueira

sernancelhe

tabuaço

tuna de tabuaço

via sacra de ourém

todas as tags

arquivos
participar

participe neste blog

Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


mais sobre mim
links
blogs SAPO
comentários recentes
Eu gosto da sua contribuição, saudações
Ola eu sou a isabelle gonçalo e sou da bals...
Muitos Parabéns Dr. António Canotilho!!!De facto o...
Parabéns, Dr. Canotilho e mais uma vez obrigado pe...
Em nome do Grupo de Cantares de Fornelos, quero de...
Obrigado, muitos cumprimentos
Obrigado Dr Canotilho, será colocado no próximo do...
Boa tarde Sr Gabriel Obrigado pelas suas palavras,...
OláUm texto fantástico generoso pela partilha de c...
Parabéns pela página!Está estrondosamente linda e ...
Sondes tonos
E muito bonito
Olá Uma excelente e oportuna reflexão... um texto ...
O granjal e terra mais bonita nas tradisoes
Son una buena banda a mi parecer los escuche una v...
Sem palavras!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Maravilhoso todo...
Obrigado.Vou avaliar e apreciar o seu blogCumprime...
Muito interessante este seu blog.:)
olá Sr. Doutor... como sempre está de parabéns!!!!...
O TEATRAÇO - Teatro Amador de Tabuaço - agradece a...