Segunda-feira, 25.05.09

Encontrando-me por Terras de Penedono com a apresentação Rancho Folclórico local, e tendo-me apercebido que a população local possui um brio e orgulho pelos seus valores culturais, apresento um pequeno extracto da peça que filmei em Julho de 2008 relativo ao evento "Feira Medieval de Penedono 2008", já que o possuia em arquivo, e vale bem a pena a sua divulgação.

 

 

Penedono, em finais do século XII já pertencia à coroa dos Reis de Portugal. Foi em 1195 que D. Sancho I lhe outorgou carta de foral, com os consequentes privilégios para a população, em especial aos cavaleiros vilãos. D. Afonso II em 1217 confirmou o foral. O último foral data de 1512 do tempo de D. Manuel I.

 


Feira Medieval de Penedono 2008
 

Em 1708 chegou a pertencer à comarca de Pinhel, possuindo na altura Casa da Misericórdia, Hospital, 5 ermidas e 7 freguesias.

Na segunda metade deste século passou para a comarca de Trancoso.

 

Enfim, Penedono desde a independência de Portugal viveu sempre num contexto cultural muito interligado à história de Portugal.
E a prova é o património arquitectónico secular que a Vila possui, pouco alterado com as modernas arquitecturas, propiciando ao visitante um ambiente medieval.
E neste ponto expressa-se mais uma vez o brio que população de Penedono tem em repeitar criteriosamente a arquitectura medieval e o traço granítico em toda a zona histórica da Vila.


A Feira Medieval de Penedono, um evendo que se tem vindo a realizar no últimos anos, na zona histórica da Vila resgata a "vivência quotidiana medieval" e preserva a forma medieval de acabamentos de estruturas arquitectónicas no local.

Quem percorre todo o ambiente e espaço por onde se realiza o evento, fica com a sensação momentânea de viver num imaginário medieval mas de vertente popular.

Os mendigos, comediantes, comerciantes, os espectáculos de rua, o combate de esgrima, o malabarismo com fogo o assalto ao castelo, enfim, toda esta coreografia reforçam a todos os visitantes o ar de suspence, de misticidade, de vitalidade e sonoridade que se vivia na época medieval.

Certamente que no final, e na mente dos cidadãos de Penedono, o orgulho da sua história se eleva mais, este tipo de iniciativas, mais lhes aumenta o ego e sem dúvida que o nome da terra e a atracção turística é reconhecida por muitos outros.

 



publicado por valores-do-douro-sul às 13:03 | link do post | comentar

António José Leitão Canotilho

Cria o teu cartão de visita
artigos recentes

A Feira Medieval de Pened...

tags

"grupo de cantares de s. miguel"

11 de setembro

1985 - comunhão em vila da ponte

a crise de valores

a estação de caminhos de ferro do vesúvi

a luta

a sé e a srª dos remédios

a vida

alexandre fandino

alma feminina

almas do douro

alto da escrita

amigos

amizade

andar a pé

antónio cabral do douro

antónio canotilho

arcozelo da torre

armamar

arnas

associação cultural rio távora

associação de acordeonistas do távora e

banda filarmónica de lalim

banda filarmónica de nagoselo do douro

banda filarmónica de pinhel

barco douro

barco moliceiro

barcos

barcos tabuaço

barqueiros e o douro

barragem de bagaúste

barragem do vilar

barragens do douro

bombos barcos

caça fotográfica

caminhar

cantadores de janeiras

cantadores de janeiras de s. marta de pe

caretos de bragança

carnaval de bragança

carnaval de lazarim

carrazeda de anciães

castelo

castelo de ourém

cavalhadas de vildemoinhos

ciclovia do dão

cidadania; civismo

coimbra e o mondego

coisas simples da vida

comboio a vapor

comboio a vapor do douro

comboio a vapor pinhão

comboio da rede à quinta das carvalhas

comboio do douro

comboio do douro foz do távora

comboio do douro quinta da romaneira

comboio histórico do douro

comboio miradouro no pinhão

comboio no ferrão; vapor no ferrão; vapo

comboio régua a lamego

comboio vapor

comunhão solene vila da ponte 2008

concertinas de riodades

concerto de amor

contadores de histórias do douro

coração do porto

coro santa casa misericórdia matosinhos

corrida de cavalos

covelinhas

covelinhas e pinhão

douro

douro vinhateiro

farminhão

feiras novas

ferradosa

festa do 15 de agosto

festa vinhateira de barcos

folclore

grupo coral de barcos

grupo de cantares de constantim

grupo de cantares de fornelos

grupo de cantares de vila real

lamego

linha do douro

moimenta da beira

nossa senhora da agonia

orquestra ligeira câmara tarouca

penedono

pinhão

ponte de lima

procissão do mar

rede

ribeira do porto

riodades

santa marta de penaguião

são joão da pesqueira

sernancelhe

tabuaço

tuna de tabuaço

via sacra de ourém

todas as tags

arquivos
participar

participe neste blog

Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


mais sobre mim
links
blogs SAPO
comentários recentes
Locomotiva errada... a que está a circular é a 018...
Eu gosto da sua contribuição, saudações
Ola eu sou a isabelle gonçalo e sou da bals...
Muitos Parabéns Dr. António Canotilho!!!De facto o...
Parabéns, Dr. Canotilho e mais uma vez obrigado pe...
Em nome do Grupo de Cantares de Fornelos, quero de...
Obrigado, muitos cumprimentos
Obrigado Dr Canotilho, será colocado no próximo do...
Boa tarde Sr Gabriel Obrigado pelas suas palavras,...
OláUm texto fantástico generoso pela partilha de c...
Parabéns pela página!Está estrondosamente linda e ...
Sondes tonos
E muito bonito
Olá Uma excelente e oportuna reflexão... um texto ...
O granjal e terra mais bonita nas tradisoes
Son una buena banda a mi parecer los escuche una v...
Sem palavras!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Maravilhoso todo...
Obrigado.Vou avaliar e apreciar o seu blogCumprime...
Muito interessante este seu blog.:)
olá Sr. Doutor... como sempre está de parabéns!!!!...