Quinta-feira, 29.12.11
Aproveito este comentário enviado pelo meu vizinho, que segue e comenta os meus trabalhos com assiduidade, para apresentar neste blog o texto redigido ao mesmo em resposta no facebook:

Viva José Jose Carlos Caseiro, como sabes a fotografia, o filme e a escrita são um escape, ou melhor um complemento da vida de muita responsabilidade que tenho com Médico e Coordenador da unidade. 
Porém aproveito esta frase: o Médico que só é Médico, nem Médico é, isto é, se a minha vida apenas fosse Médico, que Médico então seria?

Sem conhecer o meio, o habitat, os costumes e tradições na nossa população, esta alma que brota uma civilização de características sui generis, enfim... a minha interacção com todo o meio biopsicosocial, que Médico seria então? 
E o meu outro mundo não profissional que surge ao sair do consultório? 
E a minha sensibilidade com toda esta riqueza de naturezas e cultura das nossas gentes? 
E o que aprendemos ao longo dos anos com os amigos? 
E o que sabemos, e desejamos aprender, tudo o que temos a dar, a nossa opinião e visão do progresso regional de acordo com o saber apreendido? 
Consequentemente todo este meu trabalho de fotografia, filme e escrita, resulta da interacção com o meu mundo e habitat. Expressa o sentimento, paixão e gosto que tenho pelas nossas terras.
José Carlos, tantas vezes conversando em consultório com algumas pessoas doentes, por vezes deprimidas, transmito-lhes esta dica para criatrem uma plataforma de equilíbrio face às adversidades da vida: 
- assim...  no dia a dia possuimos três mundos - o profissional, o familiar, e um outro onde nos encontramos connosco próprios, onde reflectimos, tomamos decisões pessoais, criamos, e tantas vezes nos perdemos em percursos, cujo final acaba sempre em agradáveis descobertas... nada acontece por acaso...
Assim além de não haver saturaçao pela monotonia, ao quebrar a rotina, havendo desequilíbrio num dos três mundos, possuimos os outros dois para sustentabilizar o bem estar biopsicosocial. 
Assim é viver a vida, ao conjugar com alma todos os valores, interacções e criações em forma harmoniosa e racional.
Apoveito este post, para apresentar um cenário em fime que captei há cerca de dois anos na nossa albufeira do Távora, o avião de combate a incêndios, na manobra de abastecimento de água, em periodo de Verão, época de seca, marcada por fogos que cursam nos pinhais.
Uma apresentação a ter como plano principal a aeronave em manobras, com o envolvimento da beleza da albufeira inserida num verdejante vale  arborizado, vizualizando-se na margem direita a ribeirinha aldeia de Freixinho e do outro lado a simpática freguesia de Faia.

tags: ,

publicado por valores-do-douro-sul às 07:28 | link do post | comentar

António José Leitão Canotilho

Cria o teu cartão de visita
artigos recentes

Os nossos três mundos

tags

"grupo de cantares de s. miguel"

11 de setembro

a crise de valores

a estação de caminhos de ferro do vesúvi

a luta

a sé e a srª dos remédios

a vida

accordeonista

alexandre fandino

alma feminina

almas do douro

alto da escrita

amigos

amizade

andar a pé

antónio cabral do douro

antónio canotilho

arcozelo da torre

armamar

arnas

associação cultural rio távora

associação de acordeonistas do távora e

banda filarmónica de lalim

banda filarmónica de nagoselo do douro

banda filarmónica de pinhel

barco douro

barco moliceiro

barcos

barcos tabuaço

barqueiros e o douro

barragem de bagaúste

barragem do vilar

barragens do douro

bombos barcos

caça fotográfica

caminhar

cantadores de janeiras

cantadores de janeiras de s. marta de pe

cantigas populares

caretos de bragança

carnaval de bragança

carnaval de lazarim

carrazeda de anciães

castelo

castelo de ourém

cavalhadas de vildemoinhos

ciclovia do dão

cidadania; civismo

coimbra e o mondego

coisas simples da vida

comboio a vapor

comboio a vapor do douro

comboio do douro

comboio histórico do douro

comboio régua a lamego

comboio vapor

concertinas de riodades

concerto de amor

contadores de histórias do douro

coração do porto

coro santa casa misericórdia matosinhos

covelinhas

covelinhas e pinhão

crueldade

cultura no douro sul; turismo no douro s

douro

douro vinhateiro

farminhão

feira aquilineana da lapa

feiras novas

ferradosa

festa vinhateira de barcos

festas

folclore

granjal

grupo coral de barcos

grupo de cantares de constantim

grupo de cantares de fornelos

grupo de cantares de vila real

hino

lamego

linha do douro

moimenta da beira

nossa senhora da agonia

nossa senhora do sabroso

orquestra ligeira câmara tarouca

penedono

pinhão

ponte de lima

procissão do mar

rede

ribeira do porto

riodades

santa marta de penaguião

são joão da pesqueira

sernancelhe

tabuaço

tuna de tabuaço

via sacra de ourém

vila da ponte

todas as tags

arquivos
participar

participe neste blog

Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
14
15

16
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


mais sobre mim
links
blogs SAPO
comentários recentes
Ola eu sou a isabelle gonçalo e sou da bals...
Muitos Parabéns Dr. António Canotilho!!!De facto o...
Parabéns, Dr. Canotilho e mais uma vez obrigado pe...
Em nome do Grupo de Cantares de Fornelos, quero de...
Obrigado, muitos cumprimentos
Obrigado Dr Canotilho, será colocado no próximo do...
Boa tarde Sr Gabriel Obrigado pelas suas palavras,...
OláUm texto fantástico generoso pela partilha de c...
Parabéns pela página!Está estrondosamente linda e ...
Sondes tonos
E muito bonito
Olá Uma excelente e oportuna reflexão... um texto ...
O granjal e terra mais bonita nas tradisoes
Son una buena banda a mi parecer los escuche una v...
Sem palavras!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Maravilhoso todo...
Obrigado.Vou avaliar e apreciar o seu blogCumprime...
Muito interessante este seu blog.:)
olá Sr. Doutor... como sempre está de parabéns!!!!...
O TEATRAÇO - Teatro Amador de Tabuaço - agradece a...
Um registo que apazigua as saudades de alguns do l...